Sexta, 21 DE janeiro DE 2022

Câmara Municipal: Rodrigo Rosa sai? Ou será que fica?

O futuro do vereador será decidido em sessão extraordinária nesta terça-feira (12)

Publicado em:

11 de
mar
Categorias: Política.

Foto: Rodrigo Rosa

 

A Renúncia da Presidência da Câmara


O imbróglio entre Divino Lemes e Rodrigo Rosa no final de 2018, fez com que os vereadores Reinaldo Alves (PRTB), Sérgio Bravo Jr. (PROS), Wander David (PTC) e Vilmar Lima (PSDB) retornassem à Câmara Municipal de Senador Canedo. Os parlamentares, que haviam assumido Secretarias no início da gestão de Divino Lemes, retornaram com a missão de fazer com que Rodrigo Rosa renunciasse ao mandato de presidente da Câmara.


Pressionado, e após ser denunciado (por contratação irregular de serviço de auditoria)Rodrigo renunciou ao cargo de presidente. Após a renúncia, o próximo passo dos vereadores, seria organizar a eleição para a escolha do novo presidente da Casa.



A Eleição e o Novo Presidente


Tudo parecia caminhar como o desejado, mas a vitória de Reinaldo Alves na eleição para a presidência da Câmara, estabeleceu novos rumos para essa história. Na disputa pelo cargo, o candidato do prefeito Divino Lemes era Vilmar Lima, mas com um invejável poder de articulação política, Reinaldo Alves saiu vitorioso do pleito.


Com um novo presidente da Câmara eleito, o cenário político canedense começou a esquentar, pois Reinaldo, político experiente e no terceiro mandato de vereador, com poucos dias no cargo, demonstrou o interesse de trazer transparência para o legislativo municipal, acompanhada da independência saudável e necessária no processo político democrático.



"A Cidadania Se Faz Aqui"
Blog-Canedo-Enfoque-- 960x720px

O Julgamento


E com todo esse cenário político, na sessão extraordinária que acontece às 17h30min desta terça-feira (12), os vereadores de Senador Canedo decidirão o futuro de Rodrigo Rosa. Apesar de ter renunciado ao mandato de presidente da Casa no biênio 2019/2020, o parlamentar não se livrou do processo na Câmara, e a tendência é que ele perca o mandato de vereador.


Na sessão desta terça, Rodrigo poderá apresentar sua defesa, e posteriormente, em votação secreta, os vereadores colocarão um ponto final ao processo. Caso seja cassado, Rodrigo Rosa será o primeiro vereador da história da cidade a perder o mandato, e perde também seus direitos políticos por 8 anos. O suplente Paulo Varelo (PRTB) assume a cadeira em caso de cassação.


No meio político de Senador Canedo, comenta-se que o prefeito Divino Lemes, depois da derrota na disputa pela presidência da Câmara, já estaria em paz com Rodrigo Rosa, e articula para que ele permaneça como vereador. Mas a tarefa não é fácil, pois o prefeito não é mais "o dono daquela Casa", e os vereadores, às vesperas das eleições 2020, já possuem autonomia, e procuram se afastar, fugindo das manchas do desastroso mandato do prefeito Divino Lemes, que poderiam atrapalhar no processo de reeleição dos parlamentares.


A expectativa para a sessão extraordinária é de galeria cheia, afinal, a população da cidade aguarda ansiosa o final dessa "Novela".


 

 


[apss_share]

 

Outras Notícias

Câmara de Senador Canedo: Reinaldo Alves, herói ou vilão?
Suspeito de tráfico é preso com R$ 20 mil em cocaína, em Senador Canedo
Com mais um discurso político-eleitoreiro, Reinaldo Alves detona Divino e Laudeni Lemes
Coronavírus: espetáculo “A Paixão de Cristo” é cancelado em Senador Canedo
“O presidente colocou palavras na minha boca”, disse Marcelita Manze em sessão ordinária na Câmara
--->