Blog

Como acabar ou diminuir o mau odor dos pés?

Odor nos pés é sempre um grande incômodo. Saiba como acabar ou diminuir com esse mau cheiro. 

O mau odor dos pés, popularmente conhecido como chulé, é um problema que gera diversos incômodos e situações constrangedoras, não é verdade? Ele pode acometer qualquer pessoa, independentemente do gênero ou idade. Mas você sabia que tem como diminuir ou até mesmo acabar de vez com isso? A gente te explica!

O chulé surge a partir da ação de alguns tipos de bactérias que se instalam na região do pé e provocam um odor desagradável. Essas bactérias geralmente aparecem quando os pés começam a ficar suados, pois cria-se um ambiente suscetível à vivência de tais organismos, que liberam compostos químicos, como o ácido isovalérico e o metanotiol, provocando o mau cheiro.

Existem diversas dicas que podem contribuir para evitar o mau cheiro dos pés, como o uso de calçados antiodor, talcos específicos, meias com tecido de algodão, entre outras, como você verá mais adiante. A causa do odor nem sempre é falta de higiene, como muitos pensam.

Entenda as causas do mau odor dos pés

Composto por 99% de água e 1% de sais minerais, como cloreto de sódio e ureia, o suor é um fluido inodoro secretado pelas glândulas sudoríparas. A principal função do suor é auxiliar na manutenção da temperatura corporal. 

As glândulas sudoríparas, além de serem responsáveis pelo transporte da água para fora do corpo, eliminam também os minerais e outras toxinas presentes no organismo. Mas apenas o suor seria insuficiente para causar o cheiro desagradável nos nossos pés.

É aí que entram as bactérias. Esses organismos se alimentam de pedaços de pele morta, presentes na camada córnea, tecido externo da pele, e do suor acumulado na região. Como dito lá no início, durante esse processo, ao se alimentarem, as bactérias liberam gases como o ácido isovalérico e metanotiol, que são os responsáveis pelo mau cheiro.

Mas como acabar com o mau odor dos pés?

Para acabar ou diminuir esse mau cheiro é preciso seguir algumas dicas, como: 

  • atenção aos calçados. Evite usar sapatos fechados e apertados, que não permitem nenhuma circulação de ar;
  • produtos como talcos, cremes, sprays antissépticos e antitranspirantes podem ser grandes aliados;
  • não use a mesma meia por muitos dias seguidos. O indicado é trocar as meias todos os dias;
  • alguns tipos de calçados, como os sapatos antiodor, são boas opções;
  • enxugue bem os pés após o banho, principalmente entre os dedos, pois a umidade facilita a ação das bactérias na região, provocando o mau cheiro, como explicamos anteriormente;
  • mantenha as unhas limpas;
  • dê preferência a meias com tecido de algodão ou lã, pois são tecidos que permitem a “respiração” dos pés. Além disso, evite materiais sintéticos, como o nylon;
  • se o pé estiver suado ou o sapato estiver molhado, troque o calçado;
  • mantenha os pés longe da umidade e sempre limpos;
  • após usar os calçados, armazene-os em locais bem ventilados para que o suor possa secar totalmente e não fique com mau odor;
  • não use o mesmo sapato por muitos dias, pois isso impede que ele areje adequadamente;
  • opte por andar descalço ou de chinelo quando estiver em casa para deixar os pés respirarem;
  • use produtos hidratantes;
  • use palmilhas com controle de odor. Alguns tipos, como as que contêm sais de prata, usam tecnologia que controlam o mau cheiro.

Em caso de mau cheiro excessivo e frequente, mesmo tomando todos os cuidados necessários para evitá-lo, o ideal é procurar um médico para avaliar qual pode ser a causa e determinar o tratamento adequado para seu caso, pois o suor excessivo na planta dos pés pode estar relacionado a doenças como diabetes, hipertiroidismo e obesidade.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.