Blog

Como as empresas irão alavancar as vendas através do marketing digital no e-commerce

O marketing digital consiste em um conjunto de estratégias que podem ser aplicadas em uma empresa para promover e divulgar a marca, seus produtos ou serviços. 

Por isso, essas estratégias são cada vez mais utilizadas, inclusive, para as empresas que atuam no ambiente online, como é o caso do e-commerce. 

Compreendendo mais sobre o modelo de e-commerce

Uma plataforma de e-commerce é um sistema que permite que o site realize vendas no ambiente virtual. 

Dessa forma, o lojista consegue criar uma loja on-line e comercializar seus produtos e serviços. 

Para auxiliar nesse processo, existem algumas ferramentas que possibilitam construir plataformas do e-commerce mais efetivas e atrativas, bem como realizar outras ações de alcance e rankeamento e melhorar a segurança dos processos.

A primeira delas é o open source, que permite que os profissionais técnicos monitorem aspectos relacionados à customização do site e integração com outros aplicativos. 

Já a segunda ferramenta é o modelo SaaS, o sistema utilizado por meio da computação em nuvem para gerenciar plataformas diversas, inclusive lojas online.

Este é um modelo prático que permite a personalização da loja a partir da necessidade da empresa, melhorando a experiência para os usuários e promovendo um acompanhamento mais otimizado dos sistemas e fluxos da loja.

Com isso, qualquer pessoa pode criar um e-commerce de forma simples e prática e alcançar melhores resultados com o empreendimento.

Contudo, além de criar o e-commerce é preciso saber divulgar a marca. Afinal as pessoas precisam saber que uma empresa de instalação de energia solar existe e que possui um e-commerce para sanar sua dor, possibilitando novas oportunidades de negócio. 

Isso porque, sem o devido conhecimento e divulgação, os clientes não tem como alcançar a solução e contribuir com o desenvolvimento da marca. Assim como o ditado, no mercado, quem não é visto não é lembrado.

Diante disso, falaremos sobre as estratégias de marketing digital que podem ser utilizadas no e-commerce para aumentar as vendas da sua empresa. Confira a seguir!

Entenda mais sobre o e-commerce 

O e-commerce, conhecido também como o comércio no ambiente eletrônico, ocorre quando transações comerciais são realizadas no ambiente online, como os comércios realizados em redes sociais e em lojas virtuais, conforme a evolução desses modelos de negócio. 

Contudo, é geralmente relacionado às lojas virtuais próprias, em que os empreendedores administram o processo e o fazem exclusivamente para sua marca.

No caso específico de uma loja on-line, o processo de gerenciamento ocorre quando uma marca tem um site específico para comercializar seus produtos na internet. 

Com isso, o cliente consegue navegar pelo site, ver os programas e produtos, escolher alguns itens, ou mesmo obter mais informações a partir de um blog vinculado à plataforma.

Dessa maneira, é muito importante que as empresas, seja uma empresa de consultoria contábil ou um comércio de pratarias, invista no ambiente digital para alcançar um público mais direcionado e qualificado – bem como obtenha mais sucesso.

Nesse sentido, o ambiente online pode favorecer as vendas da empresa, mas também melhorar o relacionamento entre o cliente e a marca, e ampliar a visibilidade do negócio. 

Plataforma de e-commerce: como escolher?

As empresas precisam se adaptar ao ambiente digital para se destacar e alcançar o público no novo modelo de consumo.

Assim, é essencial pensar em qual plataforma de e-commerce investir para atingir os resultados esperados. 

Por isso, existem alguns fatores que são essenciais para o processo de escolha mais adequada de plataforma, considerando o nicho, especificidade e necessidade do negócio.

Assim, seja um cenário de venda de produtos, como livros ficcionais para um e-commerce com entrega via motoboy SP Zona Sul, ou mesmo de serviço, como de instalação de automação em casas e outros comércios, a plataforma de produtos e e-commerce precisa apresentar:

  • Segurança para a realização dos procedimentos;
  • Boa usabilidade e acessibilidade;
  • Aplicação de recursos de SEO;
  • Integração com redes sociais, aplicativos e Google Analytics;
  • Possibilidade de pagamentos na plataforma;
  • Personalização a partir da necessidade da empresa;
  • Possibilidade de atendimento de qualidade e ágil. 

Confira mais detalhadamente esses aspectos nos tópicos a seguir: 

  1. Segurança e qualidade

Se sua empresa tem um e-commerce, ele precisa ter qualidade na oferta de serviços e produtos. Isso passa pela escolha de uma plataforma segura e ágil, possibilitando uma boa experiência e tranquilidade ao usuário.

A internet pode contar com pessoas mal intencionadas, assim como golpistas. 

Por isso, ao lidar com os dados dos clientes, é essencial que sua empresa tenha um sistema de segurança antifraude e que proteja as informações, possibilitando a inserção das informações dos usuários. 

Imagine entrar em um site para fazer uma compra de roupa, ou até mesmo a compra de um curso sobre planejamento sucessório familiar, e ter os dados do seu cartão roubados ou clonados. Isso traz uma dor de cabeça gigante para a empresa e para o cliente.

  1. Experiência do usuário e usabilidade

Outro ponto essencial é pensar na experiência do usuário no contato com a marca.

Para garantir o bom uso, o site precisa ser responsivo, ou seja, se adaptar a diferentes telas, o que permite o acesso de qualidade no celular e no desktop, por exemplo.

Além disso, o uso da ferramenta precisa ser levado em consideração, de modo a garantir fluidez e clareza ao navegar na página. 

Afinal, isso agregará uma boa experiência ao cliente em todo o ponto de contato com a marca, o que impacta diretamente no marketing, imagem do negócio e, consequentemente, nas oportunidades de venda. Afinal, até os clientes passam a recomendar o negócio.

Assim, seu cliente precisa navegar por um site leve, organizado, com um bom layout e que também conte com recursos de acessibilidade para pessoas com algum tipo de limitação. 

  1. SEO

Outro ponto essencial em um site é a utilização de recursos para SEO, acrônimo para “Search Engine Optimization” ou, em português, a otimização de mecanismos de busca.

Isso diz respeito à melhoria da página, considerando técnicas relacionadas aos algoritmos e experiência dos clientes.

Tal medida é importante porque, quando uma pessoa faz uma busca por escritório contábil São Paulo, por exemplo, os primeiros links que aparecem são identificados pelas plataformas como mais adequados para responder a dúvida e interesse deste usuário.

Para a marca, isso significa mais possibilidade de ser vista pelos potenciais clientes, conquistar tráfego e converter consumidores.

Ou seja, existe uma disputa por parte das empresas em melhorar o seu ranqueamento em plataformas de busca, como é o caso do Google. 

Isso pode ser favorecido por meio de otimizações de SEO, que visam a escolha adequada das palavras-chaves usadas em artigos, a adequação a dispositivos móveis e uma resposta mais ágil aos cliques no site, entre outras ações. 

Dessa forma, sua página poderá estar nas primeiras colocações do seu segmento, atraindo mais leads.

  1. Redes sociais, identidade de marca e analytics 

Para potencializar a presença do e-commerce e alavancar as vendas, é muito importante integrar sua plataforma de vendas com as redes sociais. 

Sua marca precisa ser reconhecida pelo cliente em diversos ambientes, bem como ser de fácil acesso, estando presente nos canais que os potenciais clientes estão. As redes sociais são a oportunidade perfeita para essa proximidade.

Para o devido reconhecimento, o respeito à identidade visual é fundamental, mantendo as cores predominantes, slogan ou logotipo, além da missão, em toda a comunicação com os consumidores.

Já a integração entre as plataformas deve levar em conta o compartilhamento de conteúdo orgânico, assim como a inserção de mídia paga. 

Além disso, é possível buscar uma integração com Google Analytics, que é uma ferramenta gratuita e que permite que a empresa analise o comportamento dos clientes no site. 

Ou seja, é possível ver quanto tempo o usuário passa em uma aba do site, quais os tópicos de interesse e reações, bem como se ele desistiu da compra, dentre outros elementos. 

Isso ajuda no processo de monitoramento da estratégia de marketing para a divulgação de treinamento NR 32 para uma instituição de cursos, por exemplo, identificando se está trazendo os resultados esperados.

  1. Plataformas de pagamento vinculadas

Inclusive, considerando a experiência do cliente no contato com a marca e reforçando aspectos de segurança já mencionados, também é interessante desenvolver/disponibilizar uma boa infraestrutura para pagamentos. 

Isso pode ser feito na própria loja virtual, ou com parceria com carteiras digitais e plataformas de pagamento. Também é importante considerar a diversidade nas modalidades de pagamento, disponibilizando opções de: 

  • Débito;
  • Crédito;
  • Pix;
  • Transferência bancária;
  • Boleto;
  • Paypal;
  • Google Pay.

Nesse caso, é interessante avaliar as taxas de juros e a opção de redução em determinados parcelamentos e valores.

  1. Atendimento de qualidade

Todos esses aspectos devem estar aliados a um atendimento de qualidade. Afinal, muitos clientes podem entrar em contato com a marca para solucionar um problema, esperando por respostas rápidas e empatia na resolução. 

Lembre-se que esse atendimento é muito importante para determinar a impressão e a experiência em relação ao negócio.

Por isso, é muito importante ter uma equipe treinada e integrar os canais de contato em sua empresa, de modo que a comunicação seja fluida e não haja ruidos na resolução de problemas, principalmente se houver contato em chats e emails. 

Para auxiliar nesse processo, favorecendo a comunicação e a resolução de problemas, o uso de ferramentas como o CRM podem ser utilizadas, alinhando os contatos com os consumidores e até mesmo com a contabilidade fiscal e tributária para avaliar os pagamentos e entregas.

Lembre-se que uma boa comunicação, com o histórico claro e a personalização do contato, é essencial para acalmar o cliente, assim como para demonstrar que sua empresa tem credibilidade e se importa com o usuário.

Além disso, quanto mais rápido for resolvido o problema, maiores as chances de ele ter uma experiência agradável, sendo fidelizado. 

3 dicas de marketing para expandir as vendas da sua empresa

Para finalizar nosso artigo sobre o ambiente do e-commerce e as estratégias de marketing digital, ressaltamos as três principais dicas abordadas e que ajudam a aumentar o número de vendas em sua empresa, seja ela de serviços, como assessoria trabalhista ou uma loja varejista de roupas. São elas:

  • Atente-se a experiência do usuário;
  • Invista em redes sociais;
  • Utilize mídia paga.

O primeiro passo diz respeito a ter atenção à experiência do seu usuário. 

Isso se refere a vários elementos que já citamos anteriormente e que se relacionam à segurança da sua marca, melhora da usabilidade do site, facilidade de navegação e melhora de aspectos da comunicação, assim como um site prático de utilização.

Para divulgar seu e-commerce, não se esqueça das redes sociais. Milhares de pessoas acessam as redes sociais diariamente e, por isso, sua empresa não pode ficar de fora desse ambiente que possibilita alcance e humanização. 

Além da visibilidade, as redes sociais contribuem para a melhora do contato e interação com o usuário. 

Outra dica é a utilização de mídia paga, que pode ser feita por meio de ferramentas como o Google Ads, Facebook Ads e Instagram Ads, tendo orçamentos mais flexíveis para alcançar os usuários de forma mais segmentada. 

Assim, mais pessoas podem ser atingidas com seu anúncio de forma qualificada, expandindo as oportunidades de vendas.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.