Blog Tecnologia

Como planejar as instalações elétricas da sua casa?

Você está prestes a construir uma casa ou apartamento? Veja por que é fundamental analisar cuidadosamente a parte elétrica e como planejar a do seu lar! 

Na hora de construir uma casa, um dos aspectos mais importantes a serem considerados são as instalações elétricas. Sem cuidados nessa parte, pode haver incidentes graves que colocam a segurança de moradores, vizinhos e visitas em risco, além de danificar permanentemente diferentes aparelhos eletrônicos.

As instalações elétricas são o conjunto de equipamentos que permite a obtenção de energia elétrica em uma construção (seja uma residência ou um prédio comercial). O corpo da instalação elétrica se constitui por fios, cabos e acessórios que conectam as cargas elétricas à fonte geradora de energia. 

É a partir dessas instalações que os moradores podem acessar as principais fontes de eletricidade no prédio ou na rua. Por isso, se você está pesquisando materiais de elétrica para construir o seu lar, confira como planejar as instalações com eficiência, garantindo a segurança de todos!

Tipos de instalações elétricas

Primeiramente, é importante saber os diferentes tipos de instalações elétricas existentes. O primeiro são as de tensão reduzida ou extra baixa (que apresentam tensões menores ou iguais a 75V, com estrutura em corrente contínua). Nos casos em que a tensão opera em corrente alternada, o seu valor é menor ou igual a 50V.

Já as instalações de baixa tensão variam entre 75V e 1500V em corrente contínua. Quando opera em corrente alternada, essas instalações podem operar entre 50 V e 1000 V. Por fim, as instalações em alta tensão conseguem atingir diversas centenas de kV.

Vale lembrar que todo sistema elétrico é composto por diversos elementos, desde caixas de medidores, leitos e bandejas elétricas, fixadores para cabos, fusíveis, disjuntores, cabos e fios, além de interruptores para acionar e desacionar cargas. Confira a seguir alguns passos para preparar as instalações elétricas na sua casa!

Determinar intensidade luminosa

O que faz uma instalação elétrica dar conta das diferentes demandas de aparelhos é a intensidade luminosa. Cada cômodo da residência deve estar em um intervalo com intensidade suficiente (sem excesso nem insuficiência). 

A quantidade de lâmpadas, interruptores e aparelhos eletrônicos são fundamentais para constatar a intensidade luminosa de cada cômodo. O número de tomadas também é fundamental nesse processo. Vale lembrar que os aparelhos que exigem maior potência energética (como televisores e geladeiras) precisam de tomadas específicas, a fim de garantir mais segurança aos moradores.

Quadros terminais e quadros de distribuição

Outro passo fundamental é dividir todos os componentes da instalação determinados (sabendo quantos eles serão e onde cada um deles vai ser implantado). Isso ajuda na hora de dividir a instalação elétrica em circuitos menores, a fim de evitar sobrecargas energéticas e quedas de disjuntores.

Também é importante analisar o posicionamento do quadro de distribuição, de modo a reduzir os gastos com eletrodutos e condutores, evitando assim desperdícios e reduzindo os custos com eletricidade. Quando um quadro de energia é fixado de maneira incorreta, isso pode provocar danos ao imóvel.

Interligação entre os elementos da instalação e os circuitos 

Uma vez que foi feito o levantamento de tomadas, lâmpadas e aparelhos em cada cômodo, verificada a intensidade luminosa de cada um deles, dividido os quadros terminais e os componentes da instalação, o próximo passo é interligar circuitos e todos os outros elementos.

É fundamental seguir as recomendações das normas técnicas e de fabricantes, evitando colocar uma grande quantidade de condutores dos circuitos em um mesmo eletroduto, para não sobrecarregá-lo.

Por fim, a última etapa é ligar toda a instalação elétrica e verificar se ela está funcionando plenamente. Nesse momento, é recomendado contratar um eletricista profissional para inspecioná-la, verificando se todas as etapas foram seguidas.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.