líder
Marketing e Negócios

Como ser o líder que sua equipe precisa?

O fluxo de trabalho das equipes vem se intensificando ao longo dos anos, como um resultado direto das oscilações do mercado. Por isso, as empresas devem investir na contratação de um verdadeiro líder de departamento. 

Conforme comentado entre os colaboradores de empresas de segmentos distintos, bem como é visto nas redes sociais de cunho profissional, existem diferenças atenuadas entre a postura de líder e chefe. 

Para uma empresa de portaria e recepção, líder é aquele que não só tem a responsabilidade de gerenciar as atividades e resultados das equipes, mas também assume a função de promover a interação entre os funcionários.

O engajamento dos colaboradores é crucial para o desempenho, garantindo que as entregas de projetos e o andamento operacional sejam exitosos. 

Esta interação deve acontecer tanto no dia a dia das equipes quanto durante a estadia na  sala reunião pequena

Em adição, pode-se observar nas organizações líderes de mercado que o clima organizacional surte impactos em todos os âmbitos, como:

  • Produtividade e desempenho;
  • Rotatividade de funcionários;
  • Posicionamento de mercado;
  • Crescimento empresarial.

Essas são algumas das áreas que sofrem os impactos do clima organizacional, seja ele positivo ou negativo. 

Por isso, o ideal é que as empresas foquem na contratação de líderes que efetivamente estejam alinhados com o escopo e cultura. 

Afinal, o que é ser um líder?

Entende-se por líder o sujeito que possui características de liderança em sua postura e personalidade, ou seja, aquele que consegue administrar e influenciar um grupo de pessoas. 

No contexto empresarial, o líder é o indivíduo que permite às equipes o atingimento de resultados de forma dinâmica, mas sempre tomando decisões de forma bilateral ou multilateral.

Em outras palavras, a função empresarial dos líderes é coordenar o trabalho em conjunto das equipes com a finalidade de viabilizar o atingimento do propósito em comum. Neste sentido, o fluxo de trabalho possui característica de fresadoras CNC

Embora o desejo dos executivos seja que as equipes tenham o pleno alinhamento desde o início de sua formação, na prática a realidade é o contrário. 

Isso porque a rotina de trabalho depende de fatores como as relações interpessoais, disponibilidade de ferramentas e equipamentos e ainda o alinhamento de objetivos entre os agentes presentes no cotidiano operacional. 

Tais fatores não dependem somente da cultura empresarial, apesar desta contribuir para o dinamismo. 

Entretanto, as equipes necessitam de líderes capazes de promover o alinhamento das relações e das atividades laborais.

Por serem peça fundamental no que tange ao cumprimento das metas e à gestão diária, os líderes são amplamente requisitados em corporações de diferentes segmentos e portes. As empresas buscam funcionários com competências e qualificações específicas. 

Conheça as características de um bom líder

É comum encontrar nos grupos sociais os chamados líderes naturais, que são pessoas que recebem o reconhecimento de outros membros do grupo devido ao posicionamento e encargo, que não necessariamente exigem um título pré-definido. 

No cenário corporativo, essa cena se repete, uma gráfica possui os cargos de funcionários claramente descritos para proporcionar a melhor capacidade produtiva de agenda personalizada com nome.

Mas, apesar da boa descrição dos cargos, os funcionários podem eleger um líder natural devido às suas características e postura diante da equipe. Este é um desafio comum para muitos gestores.

Visando propor alternativas para questões relacionadas à liderança e gestão, os especialistas reúnem dicas que auxiliarão no posicionamento adequado diante dos liderados. 

Seguir em concordância com essas dicas auxilia os denominados chefes a ajustarem o escopo de trabalho e sua postura, com a finalidade de atribuir melhores condições de gestão para o atingimento dos objetivos operacionais de instalação elétrica básica.

  1. Postura neutra

O primeiro ponto a ser observado pelos líderes é a sua postura, isso inclui não só a forma de agir diante das pessoas, como também está expresso na postura física e na vestimenta adequada.

A aparência física é um dos aspectos que mais chamam atenção no contexto empresarial, essa atenção pode vir com uma abordagem positiva ou negativa. Por isso, os líderes devem manter a formalidade e neutralidade na postura e vestimenta. 

Se engana quem acredita que para obter o reconhecimento é necessário vestir-se com roupas glamourosas e caras, porque a recomendação é que os líderes utilizem o máximo de sua capacidade de neutralidade. 

O intuito de tamanha neutralidade é demonstrar o compromisso com o fluxo de trabalho necessário para a produção de adesivos personalizados atacado, mas não para destacar as particularidades físicas.

  1.  Saiba impor autoridade

Tão importante quanto a postura de um líder é a maneira como este se reporta para os outros membros da equipe. Aliás, as pessoas seguem somente indivíduos que conseguem cativá-las com palavras sábias e atitudes adequadas.

Entretanto, as ações de um líder podem não ser vistas plenamente pelos colaboradores, tendo em vista que o escopo de trabalho destes, em suma, é feito no backstage. Isto é, boa parte do trabalho do líder é o monitoramento e gerenciamento. 

Mesmo o escopo de trabalho dos líderes não sendo visto, é imprescindível que estes saibam como posicionar-se verbalmente, pois o uso adequado das palavras apoia no ganho de autoridade.

Em conformidade com a observação da líder política Margaret Thatcher, que é reconhecida por sua ótima capacidade de influência mesmo após seu falecimento em 2013, os líderes devem vir acompanhados com uma retórica digna de realeza.

Com a finalidade de aprimorar as qualificações dos gestores, uma fábrica dedicada ao fornecimento de câmera de segurança externa wifi investiu nos funcionários com cursos de retórica. 

Essa ação é benéfica porque atribui a chefes comuns ampliarem o desenvolvimento profissional, inclusive para pessoas que possuem a característica introspectiva. 

  1. Esteja atualizado

A ausência do reconhecimento de autoridade muitas vezes é motivada não só pelas características físicas e pela retórica do chefe, mas também devido ao seu conhecimento técnico do segmento em que atua. 

Estar a par dos procedimentos internos e externos é indispensável para os líderes, pois isso aponta para a competência de qualificação técnica. 

Em outras palavras, isso quer dizer que o bom líder precisa efetuar o acompanhamento das atividades laborais bem como das entregas da equipe. 

Sabendo que o volume de tarefas é grande, é válida a implementação de técnicas e ferramentas em prol da visibilidade.

Outro ponto importante para um bom líder é o engajamento com stakeholders de sua área de atuação. 

Isto é, estar atento para as movimentações do mercado, observando a concorrência e demais ações que influenciam o andamento dos negócios. 

  1. Mantenha a equipe motivada

Diante do volume de atividades diárias, é comum que os colaboradores sintam dificuldade de manter-se motivados, no entanto, é função do líder propor soluções inteligentes para manter a motivação da equipe em dia.

Este é o momento de gestores, seja das áreas estratégicas ou produtivas de necessaire transparente personalizada, utilizarem as técnicas de relações interpessoais. 

Um método amplamente usado nas empresas que possuem boa reputação pela gestão assertiva, é a realização de reuniões individuais com os colaboradores. 

Essas reuniões devem abordar questões particulares do fluxo de trabalho do funcionário.

É válido destacar que o bom líder precisa manter a equipe engajada, mas dando o devido respeito ao espaço individual de cada um. 

Por isso, a relação entre ambas as partes precisa ser construída paulatinamente, ou seja, o líder pode propor reuniões e confraternizações para verdadeiramente estreitar os laços com os funcionários. 

  1. Tenha encargo

Partindo do pressuposto que as relações interpessoais são o embasamento de qualquer relacionamento, abarcando neste sentido a convivência nas empresas, pode-se considerar que problemas de vivência surjam ao longo do tempo.

Para as equipes, um dos principais problemas encontrados com a gestão é a falta de encargo, conforme o relato de funcionários, notar um chefe tratando com descaso o escopo de trabalho da equipe é amplamente desconfortável. 

Visando aprimorar o relacionamento e clima organizacional, as lideranças precisam ter clareza sobre suas responsabilidades, sejam elas para fins de monitoramento de atividades ou o gerenciamento do departamento como um todo. 

Porquanto, é crucial que haja encargo para com a atividade laboral de liderança, sendo essa a competência indispensável para bons líderes. 

Considerações finais

Sendo assim, a liderança é essencial para que os grupos consigam seguir diretrizes adequadas que culminam no atingimento de resultados, metas e objetivos. 

No entanto, muitos gestores sentem dificuldade de identificar verdadeiramente como ser um bom líder.

Por fim, é importante ter em mente que toda equipe tem suas particularidades e exigências, mas existem competências indispensáveis que compõem o perfil ideal de um bom líder e que inclusive são requisitadas por empresas de diferentes portes e segmentos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.