Uncategorized

Diferentes tipos de nó que existem

Saiba as diferentes utilidades que os diversos tipos de nós oferecem.

Saber como aplicar um bom nó é um conhecimento importante no cotidiano de várias pessoas. O domínio dessa técnica facilita diversas atividades, como transportar pessoas e objetos, tornar mais resistentes as cordas que estejam firmando objetos ou permitir montar uma barraca com segurança.

Qualquer treinamento de sobrevivência ensina como realizar alguns dos principais tipos de nós, uma vez que ter esse conhecimento é bastante útil ao acampar e mesmo ao dia a dia. Que tal aprender mais sobre esse tópico no texto abaixo?

Diferentes tipos de nós

Conhecer os diferentes tipos de nós permite que o indivíduo possa utilizar aquele mais apropriado para cada situação. Existem nós de travagem, que são feitos para rematar a ponta de uma corda e engrossá-la, impedindo, assim, que a ponta se desfie, e também existem nós de junção, utilizados para ligar duas cordas de espessura igual ou diferente.

Há, ainda, os chamados nós de salvamento, que são formados por uma ou mais alças incapazes de correr e usados para descer ou subir objetos e pessoas. Também podemos mencionar os nós de ligação, feitos para ligar troncos e varas, utilizando uma corda proporcional ao diâmetro dos troncos ou varas utilizados.

Conheça alguns desses nós abaixo.

Nó simples

É o nó que serve como base para os demais, sendo o mais fácil e rápido de fazer. Ele consiste em dar apenas uma volta. Porém, em alguns casos, ele não é utilizado, pois, quando está molhado ou sob forte tensão, ele torna-se difícil de ser desatado.

Nó em oito

Tipo de nó utilizado para evitar que a ponta do cabo se desfie, bem como para criar um pequeno caroço na corda. Muitos montanhistas utilizam esse nó para unir duas cordas, com a técnica chamada de nó em oito duplo.

Nó direito 

Um nó que, na Antiguidade, era conhecido como nó de Hércules, é fácil de fazer e utilizado para unir cabos com diâmetros iguais. Para provar sua utilidade, basta tentar aplicar a técnica com cabos que tenham diâmetros distintos.

No geral, usa-se esse nó para terminar amarrar, fechar pacotes e amarrar os sapatos, mas é necessário ter atenção: se apenas uma das pontas for submetida à tensão, há o risco de ele se desfazer.

Balso pelo seio

Já esse nó serve para formar duas alças firmes, que podem ser aplicadas no seio (comprimento) do cabo, e não apenas nos chicotes (pontas). É um nó bastante utilizado em salvamentos, passando cada alça pelos braços ou pelas coxas da pessoa que será transportada.

Lais de guia

Trata-se de um nó muito famoso e bastante utilizado; assim como o balso pelo seio, pode ser usado para transportar pessoas e objetos, uma vez que forma uma alça que não corre. Ele é bem resistente e tem a facilidade de desmanchar, se for necessário.

Nó de pescador

Tipo de nó utilizado para unir dois cabos que são bem lisos, podendo ser utilizado até em fios de nylon. A principal desvantagem é que ele é bem difícil de desatar, mas esse é o principal objetivo desse tipo.

Volta do salteador

Esse tipo de nó é utilizado para prender uma corda em algum bastão. Nele, uma ponta fica fixa, enquanto a outra permite desatar o nó ao puxá-la.

Nó borboleta

Também conhecido como nó de alpinista, é utilizado para formar um laço fixo no centro de uma corda. Com isso, evita-se que a corda sofra com uma tensão maior em sentidos opostos, visto que há uma alça no meio dela. Esse é um nó que também permite isolar determinado ponto da corda, caso ela apresente algum dano.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.