Quinta, 20 DE janeiro DE 2022

Formatura do Proerd em Senador Canedo entregou prêmios e medalhas

Foram 470 formandos no segundo semestre de 2019

Publicado em:

6 de
dez
Categorias: Cidade.

Foto/Reprodução

Polícia Militar do Estado de Goiás (em parceria com a Secretaria Municipal de Segurança Pública e Mobilidade Urbana e com a Secretaria Municipal de Educação) realizou  ontem (05), mais uma formatura do Proerd em Senador Canedo. Participaram 4 escolas e 470 formandos, no segundo semestre de 2019.


O evento premiou três alunos no concurso de melhor redação, com entrega de prêmios e medalhas. No evento estiveram presentes: o prefeito Divino Lemes, o secretário municipal de Segurança Pública, Paranaguá, e a secretária municipal de Educação, professora Maria Emília.


Foto/Reprodução

A responsável pelo projeto no município, Sub-Tenente Cristina, ressalta a importância do Proerd. “Estamos preocupados com a sociedade, e nossa esperança é nas crianças. Nós nos esforçamos para que sejam ótimos cidadãos e para que fiquem longe das drogas”.


Sub-Tenente Cristina/Reprodução Facebook

Proerd é desenvolvido nas escolas públicas e particulares, no 5º e 7º ano do ensino fundamental, na educação infantil e para adultos. O curso tem duração de 4 meses e as aulas são ministradas por policiais militares, que desenvolvem o lúdico através de metodologia voltada para crianças e adolescentes. O objetivo é transmitir uma mensagem de valorização da vida e a importância de manter-se longe das drogas e da violência. No Proerd é destacada a amizade e a supervisão dos pais com os filhos.



*Fonte: Prefeitura de Senador Canedo

4ª edição do Festival de Cinema Curta Canedo - 2019

[apss_share]

 

Outras Notícias

Câmara de Senador Canedo: Reinaldo Alves, herói ou vilão?
Suspeito de tráfico é preso com R$ 20 mil em cocaína, em Senador Canedo
Com mais um discurso político-eleitoreiro, Reinaldo Alves detona Divino e Laudeni Lemes
Coronavírus: espetáculo “A Paixão de Cristo” é cancelado em Senador Canedo
“O presidente colocou palavras na minha boca”, disse Marcelita Manze em sessão ordinária na Câmara
--->