Quinta, 20 DE janeiro DE 2022

Moradores de Senador Canedo poderão se inscrever no programa “Tarifa Social” da Enel

As inscrições serão feitas entre terça-feira (09) e quinta-feira (11)

Publicado em:

9 de
jul
Categorias: Cidade.

Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Entre esta terça-feira (09) e quinta-feira (11), moradores de Senador Canedo, Aparecida de Goiânia e Anápolis poderão se inscrever no programa Tarifa Social da Enel. O projeto atende algumas famílias de baixa renda garantindo descontos na conta de luz, que pode ficar até 65% mais barata, dependendo do consumo da casa.


Para se inscrever, o cliente precisa ser inscrito no CadÚnico, que é o Cadastro Único do Ministério de Desenvolvimento Social. Os moradores de Senador Canedo que ainda não fazem parte do programa, podem procurar o Cras Central – Rua Goiás, Jardim de Todos os Santos – nesta terça-feira (09) das 08:30 às 17:00 hs.


Depois, é só procurar qualquer uma das lojas de atendimento da Enel ou um dos pontos de cadastro no Tarifa Social com os seguintes documentos: RG (Registro Geral), CPF (Cadastro de Pessoa Física), NIS (Número de Inscrição Social) ou NB (Número do Benefício) e uma conta de energia dos últimos três meses.


Além de se cadastrar no programa de descontos, os moradores dessas cidades também poderão levar uma lâmpada incandescente ou fluorescente para trocar por uma de LED, que consome menos energia. Para isso, é preciso levar a lâmpada velha a ser trocada, um documento pessoal com foto e a última conta de luz que foi paga.


*Fonte: G1 Goiás


Etapa final do Circuito Goiano de Quadrilhas Juninas



Colônia de Férias - Abertura do Campeonato de Futebol do SCFV


[apss_share]

 

Outras Notícias

Câmara de Senador Canedo: Reinaldo Alves, herói ou vilão?
Suspeito de tráfico é preso com R$ 20 mil em cocaína, em Senador Canedo
Com mais um discurso político-eleitoreiro, Reinaldo Alves detona Divino e Laudeni Lemes
Coronavírus: espetáculo “A Paixão de Cristo” é cancelado em Senador Canedo
“O presidente colocou palavras na minha boca”, disse Marcelita Manze em sessão ordinária na Câmara
--->