Blog Geral

Uso adequado das lentes de contato: o guia definitivo

Veja o que fazer na hora utilizar as lentes de contato do jeito certo para evitar possíveis danos ao material e complicações oculares.  

O uso de lentes de contato é cada dia mais comum entre as pessoas que sofrem de algum tipo de alteração visual. De acordo com dados do SOBLEC (Sociedade Brasileira de Lentes de Contato), atualmente existem mais de 140 milhões de usuários de lentes em todo mundo e, somente no Brasil, são quase 2 milhões.

É importante que os usuários, principalmente os que usam lente de contato para miopia, entendam que existe todo um processo de adaptação com as lentes que deve ser acompanhado pelo oftalmologista, já que seu uso envolve o contato direto com as córneas e, quando inadequado, pode interferir no metabolismo e desencadear complicações oculares.

Para que o uso das lentes entregue os resultados esperados e não cause complicações, o oftalmologista deve fazer seu papel na definição da lente e adaptação, mas o usuário também deve tomar medidas preventivas.

Assim, as lentes requerem um cuidado específico para mantê-las higienizadas e conservadas. Por isso, desenvolvemos este guia prático para o uso adequado das lentes de contato. Confira!

Cuidados fundamentais para o uso adequado das lentes de contato

Como você já sabe, as lentes precisam de cuidados especiais antes, durante e após seu uso. Caso contrário, elas podem ser danificadas e prejudicar a visão do usuário.

Antes de pegar nas lentes para manuseá-las é preciso higienizar as mãos com sabonete neutro para evitar que a oleosidade da pele e partículas de sujeiras as danifiquem.

É importante secar as mães com papel, pois toalhas de rosto em tecido são cheias de microrganismos e sujeira doméstica. Tenha cuidado para não esfarelar o papel e ficar pedaços nas mãos. Outro ponto fundamental é manter as unhas sempre curtas e limpas.

O estojo de lentes também precisa de manutenção e a higienização deve acontecer ao menos uma vez na semana. Para isso, utilize a solução de lentes de contato e uma escova específica para este tipo de limpeza. É recomendada também a substituição do estojo a cada 3 meses.

Existem duas coisas que não devem ser feitas em hipótese alguma. A primeira é nadar com a lente, pois a água da piscina é cheia de microrganismos e o cloro degrada as lentes. O mesmo serve para mar, cachoeiras, lagos, etc. A segunda é dormir sem tirar as lentes, pois isso aumenta as chances de infecção ocular em até 8 vezes.

Quando for usar maquiagem, coloque as lentes antes de se maquiar. Na hora de desmaquilar, lembre-se de retirar as lentes antes de limpar sua pele. Essas ações são necessárias para garantir que as lentes não entrem em contato com a maquiagem, caso contrário elas podem ser danificadas e/ou contaminadas.  

Limpeza das lentes: como fazê-la do jeito certo

Como as lentes ficam em contato direto com a pele dos olhos, é preciso limpá-las antes e após o uso. Para garantir a durabilidade do material e evitar infecções ou alergias é preciso fazer a limpeza seguindo os passos corretos.

Para isso, basta seguir as recomendações abaixo:

  • As lentes precisam sempre ser higienizadas antes do uso;
  • Nunca lave as lentes com água da torneira, existem micróbios nela que podem ser transportados para os olhos;
  • Soro fisiológico não limpa as lentes. Muito pelo contrário, é um excelente veículo para bactérias e outros microorganismos;
  • A limpeza deve sempre ser feita com a solução para lentes de contato, pois este tipo de produto possui os agentes adequados para desinfetá-las e mantê-las lubrificadas adequadamente;
  • Após utilizá-las, faça a higienização das lentes e as guarde no estojo submersas na solução adequada.

Pronto! Agora você sabe como fazer o uso adequado das lentes de contato. Sempre converse com seu oftalmologista para saber se está fazendo tudo do jeito certo e garantir que nenhuma complicação acometa seus olhos.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *